Twitter, facebook, msn, orkut… Como lidar com essas mídias?

Twitter, facebook, msn, orkut… Como lidar com essas mídias?

Com o título acima, Laci falou sobre mídias sociais e suas influências, tanto negativas quanto positivas, assim como experiências próprias.

Leia na íntegra a reportagem feita para a Revista FundaMENTAL deste trimentre.

“Quando falamos em comunicação, direto nos chega à memória recente o Facebook, o Twitter e outros meios que estão brotando rapidamente – assim, do nada e muito veloz – como aqueles feijões em potinhos com algodão molhado que fazíamos quando criança… E será que nossas crianças ainda fazem isso na escola?

Mas vamos sim, falar da comunicação rápida via internet. Particularmente, acho impressionante a maravilha de falar todo dia com uma amiga que mora na China e outra ex-aluna que mora há 9 anos nos EUA. Ou minhas irmãs, uma na Itália e outra na Califórnia… E porque não as duas ao mesmo tempo? É o máximo! Assim são esses novos tempos.

Mas, o que é mídia social?
Quais são suas vantagens e desvantagens dessa comunicação “em tempo real”?

Será que somos capazes de lidar com isso? Para as pessoas que ainda não estão plenamente conscientes sobre o que são mídias sociais, podemos dizer que elas são baseadas em ferramentas utilizadas para compartilhar e discutir informações entre os seres humanos sob diversas perspectivas, onde as pessoas dividem experiências de vida.

Quase todo o tipo de informação pode ser compartilhada rapidamente e pode ser vista por qualquer pessoa que faça uso de tais ferramentas – existe uma certa privacidade, mas mínima.  Assim, a mídia social depende somente das interações que fazemos no uso da tecnologia através do computadores, tablets e smartphones. Estas formas de comunicação se traduzem no formato de fóruns de internet, podcasts, wikis, compartilhamento de músicas, vídeos e fotografias, além das tecnologias que incluem mensageiros instantâneos, e-mail, blogs, vlogs e muito mais .

Nesta ótica, a mídia social possui vantagens e desvantagens que variam de acordo com a perspectiva de quem a vê e de quem usa. Como vantagens básicas destes meios, podemos destacar a democratização da comunicação, o aumento da transparência nas organizações e governos, o desenvolvimento de conversas e relacionamentos, o poder da expressão da cultura contemporânea e a capacidade de permitir o acesso às pessoas através do compartilhamento de informações.

Por estas características de “velocidade de informação”, as mídias sociais são usadas para “trabalhar a divulgação de uma organização ou produto” – é uma maneira rápida e barata para se criar estratégias econômicas e campanhas que geram verdadeiros virais na web (e também fora dela), tendo como resultado expressões incríveis de criatividade.  É claro que estas mesmas mídias podem destruir em minutos uma imagem sólida construída em anos de uma boa marca. Ela permite que a voz do João do sorvete caseiro seja tão intensa como a do José que é o proprietário de uma multinacional milionária. Serve para os bem intencionados e serve também para os mal intencionados.  As empresas que buscam agregar novos colaboradores já usam como prática “conhecer o candidato pelos seus perfis na web”. Uma máxima de minha mãe, quando nos ensinava valores na adolescência era o cuidado naquilo que se falava de outras pessoas – dizia ela, que era como abrir um travesseiro de penas na torre da Igreja e espalhar  pela cidade… Impossível juntar todas mesmo que se queira.

As desvantagens são proporcionalmente iguais às vantagens – tudo vai depender da pessoa que usar.  Muitas pessoas são ingênuas e se expõe, simplesmente contando o que estão fazendo, outros já estão usando estas informações em benefício de seus princípios escusos…
Mães, pensam que estão com seus filhos “seguros em casa” e não percebem que eles estão tendo “apenas relações virtuais onde o afeto, o toque, a troca de experiências reais não existem” e nunca saberão que o feijão nasce, cresce, cria corda, dá vagem e, acima de tudo, possui uma existência no espaço real.

Assim, queira você ou não, entrar nesta rede de comunidades online – permitir ou entusiasmar seus filhos a usá-las ou não… Apenas avalie os “contornos, os entornos e os transtornos” que ela pode causar – e então divirta-se e encontre aquela pessoa que você nunca mais viu… Certamente ela estará em algum lugar possível de se achar.”

Mídias Sociais

Mídias Sociais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *